26
SET
2017

Prof. Nelson Maculan Filho: A Informática na UFRJ

Nessa quarta-feira, dia 27 de setembro, teremos a oportunidade de assistir uma interessante palestra do influente Professor Nelson Maculan Filho sobre a Informática na UFRJ.

Lembrando que recentemente saiu o ranking de universidades da Folha, versão 2017, e os cursos do IM de Matemática e Computação foram muito bem (1o lugar).

http://ruf.folha.uol.com.br/2017/ranking-de-cursos/matematica/

O Professor Maculan certamente em muito contribui para a excelência da UFRJ em Computação, e é uma honra para todos nós contar com sua palestra no PPGI. Venham prestigiar!

Palestrante: Professor Nelson Maculan Filho
Título: Informática na UFRJ
Data: 27 de setembro de 2017
Horário: 14h30
Local: Anfiteatro Maria Irene – NCE/UFRJ

Short Bio:
Nelson Maculan. Em 1965, o Professor Nelson Maculan Filho graduou-se em Engenharia de Minas e Metalurgia, pela Escola Nacional de Minas de Ouro Preto, Minas Gerais. Pouco depois, em 1967, obteve o Diplôme d’ Etudes Approfondies (Mestrado) em Estatística Matemática, pela Faculté des Sciences de l’Université de Paris e, no ano de 1975, o grau de Doutor em Engenharia de Produção, pela COPPE/UFRJ. Obteve, ainda, o Diplôme d’Habilitation à Diriger des Recherches em Matemática da Decisão, pela Université Paris-Dauphine (Paris IX) e a Livre Docência em Otimização, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, ambos em 1988. Iniciou sua carreira profissional na UFRJ, em 1971, lecionando no Instituto de Matemática e na COPPE. Em 1988, tornou-se Professor Titular do Programa de Engenharia de Sistemas e Computação da COPPE/UFRJ, onde atua nas áreas de Programação Matemática, Otimização Combinatória e Computação Científica. Em 2013, o Conselho Universitário da UFRJ aprovou a concessão do título de Emérito ao prof. Nelson Maculan. Lecionou, também, como professor visitante, em várias instituições de ensino e pesquisa no exterior: Département d’Informatique et de Recherche Opérationelle (Université de Montréal, Canadá, 1982-1984), Department of Industrial Engineering and Operations Research (University of Massachusetts, Amherst, Estados Unidos, 1994-1995), Laboratoire d´Informatique de l´Université Paris 13 (2001-2002), Dipartimento di Elettronica e Informazione – DEI (Politécnico di Milano, Itália, 2002-2003). Ao longo dos anos, ocupou diferentes cargos de administração acadêmica, incluindo: Coordenador do Programa de Engenharia de Sistemas e Computação da COPPE/UFRJ (1973-1977), Diretor da COPPE/UFRJ (janeiro a junho de 1990), Reitor da UFRJ (1990-1994), Presidente da Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior – ANDIFES (1992-1994), Coordenador da área de Ciência da Computação da CAPES (1999-2001), Secretário de Educação Superior do Ministério da Educação – SESu/MEC (2004-2006) e Secretário de Educação do Estado do Rio de Janeiro (2007-2008). Tem exercido, também, alguns cargos e funções ligadas à área científica como, por exemplo, Presidente da Sociedade Brasileira de Pesquisa Operacional (1974-1976), Vice-Presidente da International Federation of Operational Research Societies – IFORS (1983-1986) e o atual Presidente deste entidade (IFORS), Coordenador da Comissão das Sociedades Científicas (1987-1989), Presidente da Associação Latino-Ibero-Americana de Pesquisa Operacional (1988-1990 e 1998-2000), Editor associado das seguintes revistas científicas: European Journal of Operational Research – EJOR (1986-1992), Pesquisa Operacional (desde 1982), Revista Portuguesa de Investigação Operacional (desde 1987), Annals of Operations Research (a partir de 1994), Journal of Global Optimization (1999-2006), TOP (desde 1999) e Discrete Optimization (desde 2003). É Membro Titular da Academia Brasileira de Ciências, da Academia Nacional de Engenharia, da Academia Européia de Ciências, Letras e Humanidades e da TWAS – the academy of sciences for the developing world (eleito em 2007).
O Prof. Maculan consegue a proeza de conciliar atividades administrativas com uma brilhante carreira científica, traduzida em números que impressionam. Dezenas de projetos e vários grupos de pesquisa têm sido liderados por ele, envolvendo pesquisadores de diversas instituições brasileiras e estrangeiras. É pesquisador 1A do CNPq há pelo menos 25 anos. O Prof. Maculan já orientou mais de 110 dissertações de Mestrado e 65 teses de Doutorado. Autor de cinco livros, sua produção científica ultrapassa hoje uma centena de trabalhos publicados em periódicos, capítulos de livros, congressos e coletâneas. Sua contribuição, como orientador, professor em disciplinas, avaliador de dissertações e teses, ultrapassa as fronteiras brasileiras. Na América Latina, por exemplo, já orientou pelo menos 40 trabalhos de mestrado e mais de 10 de doutorado, de alunos do Peru, Argentina, Bolívia, Chile, Equador, México, Panamá e Venezuela. No Brasil, deve haver pelo menos um ex-aluno seu, de mestrado ou doutorado, em cada estado. O justo reconhecimento à sua carreira vitoriosa tem sido demonstrado em várias oportunidades, especialmente através dos prêmios e distinções que vem acumulando. Entre eles, podemos citar: Medalha da Ordem Nacional do Mérito Educativo – grau de Comendador (Brasil, 1994), Chevalier dans l’Ordre des Palmes Académiques (concedida pelo Primeiro Ministro da República Francesa em 1998), IFORS Distinguished Lecturer (2000), Medalha da Ordem Nacional do Mérito Científico – grau de Comendador (Brasil, 2002), Doctor Honoris Causa da Universidad Nacional Mayor de San Marcos (Lima – Peru, 2004), Medalha COPPE-UFRJ Giulio Massarani do Mérito Acadêmico (Brasil, 2005), Docteur Honoris Causa da Université de Paris 13 (França, 2005), Medalha Carlos Chagas Filho de Mérito Científico (Rio de Janeiro, 2005), Doctor Honoris Causa da Universidad Ricardo Palma (Lima – Peru, 2006), Professor Honoris Causa da Universidade Federal de Lavras (Brasil, 2006), Chevalier dans l’Ordre National du Mérite (Paris – França, 2006), e a Medalha Bernardo Pereira de Vasconcelos (Ouro Preto – Brasil , 2007). Foi promovido à Classe da Grã-Cruz, na Ordem Nacional do Mérito Científico (2007), por suas contribuições prestadas à Ciência e Tecnologia, Ciências da Engenharia. Recebeu, recentemente, o Prêmio Mérito Científico da Sociedade Brasileira de Computação (Brasil, 2010) e a Medalha do Mérito Universitário, concedida pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (Brasil, 2010).

Leave a Reply

*

captcha *